"Essas palavras que escrevo me protegem da completa loucura." Charles Bukowski

sexta-feira, setembro 23, 2011

Saramago



Sublimemos, amor. Assim as flores no jardim não morreram se o perfume no cristal da essência se defende. Passemos nós as provas, os ardores: não caldeiam instintos sem o lume, nem o secreto aroma que rescende.  

.: José Saramago :.

2 comentários:

Alê disse...

Lindo!

As vezes Saramango me deixa arrepiada

Alene Mattos disse...

à mim tbm!
gosto demais!