"Essas palavras que escrevo me protegem da completa loucura." Charles Bukowski

terça-feira, janeiro 15, 2013

Do que o coração precisa?

 
 
 
O problema não é coração partido. É coração que tem medo de se partir. É coração que não gosta de arriscar. Coração que não se permite. Prefere ser sozinho. Veste uma armadura que nem o mais charmoso dos guerreiros é capaz de ultrapassar. Coração medroso. Bobo. Covarde eu diria. Prefere ser sozinho. A decepção não vem para aqueles que não se permitem apaixonar. Coração sem cicatrizes. Sem primeiro amor. Sem marcas profundas. E principalmente, sem lembranças.

Coração precisa chorar, precisa sangrar. Precisa ser partido ao meio e rasgado bem fundo. Coração precisa aprender a cicatrizar sozinho. Precisa superar decepções. Coração tem que aprender se despedir. Coração tem que ser enganado por algum idiota. Coração precisa se iludir. Precisa sonhar. Precisa ficar noites insones planejando diálogos que nunca acontecerão. Coração precisa deixar um pedaço de si a cada pessoa que deixa no passado. Coração precisa caçar as borboletas do estômago. Precisa brigar com o cérebro para que ele o permita fazer uma burrice. Coração precisa bater forte. Precisa acelerar. Precisa se emocionar ao escutar uma música. Ao sentir um cheiro. Aquele cheiro. Coração precisa sentir saudade. Precisa lutar contra o orgulho. Precisa esperar uma ligação que nunca vem. Uma mensagem que não diz bem o que ele quer ouvir. Coração precisa pedir ao cérebro que sorria sem vontade. Que diga que está tudo bem quando não tem nada dando certo. Coração precisa parar por uns segundos. Precisa esquecer-se de mandar ar para os pulmões. Coração precisa surtar. Ficar louco. Gritar alto suas mágoas para o mundo. Insistir. Desistir. Dizer que não acredita mais no amor. Que não acredita mais em ninguém. Coração precisa dar um tempo para cicatrizar. Arrumar a bagunça. Limpar a poeira. Mas acima de tudo, coração precisa aprender a recomeçar e se permitir ser roubado mais uma vez. Só mais uma vez.
 
isabela freitas