"Essas palavras que escrevo me protegem da completa loucura." Charles Bukowski

quinta-feira, novembro 29, 2012

E o amor só pode ser isto...




Descobrimos novas músicas, 
                                                   sinônimos, 
                                                          livros, 
                                                                                                 enlouquecemos lindamente, 
brigamos muito, 
                                       fizemos as pazes várias vezes 
                    e fomos embora um do outro quando nada mais era poesia. 
Não foi triste, mas doeu profundamente.
                                                                               Uma dor resignada porque eu podia ver com clareza que já não nos acrescentávamos nada. 
        E aprendi a trabalhar o desapego e o perdão. 
                                                 E hoje, quando vejo você sorrir, eu sinto que estamos bem e que fizemos a coisa certa. E o amor só pode ser isto: 
                                     querer que o Outro encontre a felicidade a qualquer custo, 
                                               mesmo que isso exclua você da plenitude dele.  
                                                                         Mesmo que isto exclua o Outro da sua plenitude..

Desconheço a autoria, mas "roubei-o" no lindo blog da Mariana: 

2 comentários:

Mariana disse...

esse fragmento é do lindo texto da Marla de Queiroz, quando puder leia ele na integra é mais lindo ainda.

To aqui passeando e me deliciando com seu lindo blog Alene. Beijo

Alene Mattos disse...

Obrigada pela informação, Mariana!
vou procurar o texto pra ler todiiinho!

fique a vontade pra passear o quanto quiser!
;)
beijo!